segunda-feira, 12 de junho de 2017

A maioria dos casais se une por confiança e não por afeto

A sociedade em geral é meio burra. O golpe mostrou isso. Estamos muito mais atrasados como seres humanos do que pensávamos e ainda somos animais aprendendo a raciocinar, a ser humanos. Por isso que apelar para a pieguice e nos prendermos a estereótipos ainda são cacoetes bem comuns em nosso cotidiano.

Isso ajuda a explicar a nossa mania de acharmos que todos os casais se atraem por amor. Amor é uma palavra linda, mas que para muitos define algo que não sabemos. Não sabemos, mas adoramos. Curioso que gostamos de tudo que nos parece positivo mesmo sem saber o seu real sentido.

Amor, na verdade, é sinônimo de altruísmo. E não cansamos de ver casais que se unem por intenções estranhas, que durante o cotidiano do relacionamento acabam descobrindo que do contrário que pensavam, os cônjuges se detestam. Mesmo se detestando, preservam seus relacionamentos por interesses materiais, dependência financeira ou para agradar a amigos e contatos sociais.

Na melhor das hipóteses, em casais mais exemplares, o que se nota é que o principal fatos de agregação é a confiança. Não é nada romântico dizer isso, o que pode decepcionar as pessoas que sonham com contos de fada realizados.

O afeto, o verdadeiro nome que se dá ao que muitos chamam de "amor", normalmente vem depois, quando conquistamos a confiança mútua e descobrimos que aquela pessoa corresponde, senão em todas, o que seria impossível, em grande parte de nossas expectativas.

Devemos nos amadurecer e entender que não existem contos de fada. Ninguém se une por amor. Os casais mais honestos se unem pela confiança. O afeto é apenas um ingrediente do cotidiano.

A piegas apego que nos faz sonhar com relacionamentos de contos de fadas mostra que ainda somos bastante infantis, homens e também mulheres. Enquanto não crescermos, vamos esperar que relacionamentos funcionam da forma em que eles não te condições de funcionar. Aí, muitos relacionamentos vão para o buraco e todos vivem infelizes para sempre.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.