terça-feira, 25 de agosto de 2015

Não ame bichos como se amasse pessoas

E aí, cuidou de seu bichinho hoje? Aproveitou e colocou foto dele nas redes sociais, né? Que bonitinho! É realmente bom tratar seu bichinho com carinho e cuidado. Mas ALTO LÁ! Há um limite na forma como você trata ele.

Sei que em tempos de ódio humano as pessoas têm preferido desviar seu foco de afeto para outras coisas. E é legal que numa hora como essa animais sirvam de consolo para o afeto que os seres humanos não estão sendo capazes de dar.

Mas o problema é que esta carência afetiva pode fazer com que os animais substituam os seres humanos de maneira literal, fazendo com que donos de animais tratem os seus bichinhos de estimação como se fossem pessoas, oferecendo regalias que eles não dariam a seres humanos.

Isso é o lado grave da carência resultante desses tempos onde por causa de interesses mesquinhos e supérfluos, as pessoas cismaram de brigar umas com as outras, nem que seja apenas nas redes sociais.

Trate seu bicho com carinho e cuidado. Mas não se esqueça de que ele não é uma pessoa. Seres humanos são seres sociais e devem aprender a conviver com membros de sua espécie. 

Sejamos pessoas a amar animais, mas não ajamos como animais irracionais a tratar bichinhos como se fossem pessoas.

O amor por animais nunca pode se sobrepor ao amor entre humanos. Aprenda a amar as pessoas. Um dia, chegaremos a um acordo que porá fim nestas brigas que são resultantes da ignorância, da teimosia e de nossa incapacidade de amar. 

Pensem nisso.

terça-feira, 18 de agosto de 2015

As melhores mulheres nunca ficam encalhadas

Um mito muito repetido como mantra na sociedade hipócrita em que vivemos é o de que as melhores mulheres sempre ficam sozinhas. Um mito falso, mentiroso e que só serve para prejudicar os homens que tem dificuldades de se adaptar as rígidas regras de conquista, definidas pelas convenções sociais (e reguladas pela mídia).

Ninguém é idiota estando com o privilégio de ter acesso ao melhor e preferir o pior. Faz parte do instinto humano querer sempre o melhor. Se for para passar a perna nos outros para obter vantagem, melhor ainda. Serve para massagear os egos, se sentindo melhor que os outros. Mesmo que de fato não seja (e ninguém de fato é).

Claro que um homem acompanhado com uma mulher linda, inteligente, de classe, que não seja chata, é sempre bom aos olhos de outras pessoas. E justamente por isso, as melhores é que arrumam primeiro.

E não se enganem que as melhores mulheres se casam com os melhores homens. Muitas vezes é o contrário. Acontece que as mulheres, quando muito desejadas, filtram o número de pretendentes exigindo requisitos ligados a proteção e sustento, integrantes do instinto feminino. E na maioria dos casos, os homens que cumprem esses requisitos, acabam não cumprindo outros. E é nesta situação que um excelente conquistador, pegador mesmo, se transforma num péssimo marido. Daqueles de ficar enterrado no sofá todas as tardes de domingo.

Mas elas nem, ligam. Se o cara sabe proteger, tem porte físico e grana na conta, já serve. O resto se resolve depois ou se conforma mesmo. Tendo segurança e dinheiro garantidos, o resto é detalhe. Inclusive o convívio, o amor, o carinho e o respeito. Por isso que muitos defeitos comuns a muitos homens são tranquilamente tolerados pelas mulheres e até mesmo pela sociedade.

Até porque para conquistar uma gata dessas, como as das fotos acima (todas muito bem casadas com caras bem chatos e com filhos), não é preciso ser nenhum gentleman. Basta satisfazer os critérios de proteção e sustento que tá bom. Os caras que tem muitas qualidades, mas não satisfazem nos quesitos de proteção e sustento, ficam na mão - literalmente.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Aumenta incidência de pessoas com doenças e deficiências raras

Está aumentando a ocorrência de pessoas que tem doenças que a maioria não tem. Uns não toleram certos tipos de alimentos comuns; outros enxergam de cabeça para baixo; terceiros não reconhecem rostos; outros tem músculos moles demais, outros músculos duros demais, entre outras anomalias que ajudam muito a excluir essas pessoas do rótulo de "pessoas normais" influindo atá na sociabilização.

Mas o que são essas pessoas? Seria uma tentativa da natureza de criar mutações? É interessante pois os cada mutação atinge uma quantidade pequena de indivíduos. O que aumenta é a quantidade de pessoas que tem mutações de qualquer tipo.

A foto que ilustra esta postagem mostra uma belíssima jovem que fica paralisada por um tempo, pois em seus músculos são desenvolvida ramificações de ossos, que dificultam os movimentos. por causa disso, ela foi apelidada de "Mulher Manequim". Curioso que ela tem o aspecto de uma modelo e se interessa por moda, pretendendo trabalhar na área ao conseguir a não garantida cura. 

Recentemente um menininho teve outro problema muscular que contraía todos os seus músculos, incluindo os da face, o que lhe impedia de se comunicar normalmente. Uma garota, também em caso recentemente relatado, era o contrário desse rapaz, tendo músculos bem frágeis que o vento poderia levá-la. Tanto esta como a "Mulher Manequim" são obrigadas a usar cadeiras de roda, sendo a segunda adaptada par poder ficar em pé, já que esta não conseguia sentar.

Há muitos casos estranhos, muito estranhos. Mas não se sabe porque começaram a aparecer numa mesma época. A hipótese de mutação não deve ser descartada.

É uma mostra que o nosso corpo ainda é um grande mistério e que sabemos pouco sobre ele. Estas pessoas são verdadeiras cobaias vivas que ajudarão aos cientistas e médicos a entender ainda mais o nosso corpo, possibilitando o aumento nas opções de curas para todos os males.

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Os falsos conselheiros amorosos

Existem nas redes sociais várias comunidades que ensinam o homem a conquistar uma mulher. Antes de falar sobre isso, quero esclarecer que já namorei várias vezes, mas com garotas que já estavam a fim de mim, que demonstraram isso. Geralmente não eram muito bonitas e tinham personalidade duvidosa, que causou o fim dos relacionamentos (todos os namoros, que foram bem curtos - ninguém aguenta uma chata por muito tempo - , que eu tive, fui eu que encerrei). Mesmo não sabendo conquistar uma mulher, eu já tenho uma larga (e infeliz) experiência afetiva. Agora voltemos ao tema.

Nestas comunidades, ilude-se quem pensa que terá ótimos e infalíveis conselhos para conquistar uma mulher que nunca demonstra que está a fim. os conselhos nunca vão além do "vá as festas noturnas e puxe um papo". Não há detalhes de como se deve iniciar esse papo, o comportamento que as mulheres esperam vir de um homem, que tipo de assunto abordar, etc.. Os conselhos se limitam a isso: vá para as noitadas e puxe o papo com alguém, algo que pode ser traduzido como "se vira!".

E também os conselheiros não conhecem a diversidade de pensamentos e gostos. Para eles, todo mundo vai a noitadas. E quem não vai? Como eles não conseguem imaginar uma diversidade de estilos de vida, achando que todo mundo é igual (ainda mais no Brasil, onde muitos se incomodam e não respeitam as diferenças). Desse jeito os conselhos dados vão parecer fórmula pronta, coisa de preguiçoso.

Mas porque os moderadores ou os "Don Juans" de meia tigela que aparecem na comunidade nunca dão conselhos que prestem. Pode ser porque...

- Eles não sabem porque. Conquistam pela sorte, mas para não ficar com a fama de que "não sabem conquistar" dão esses conselhos vazios para que ninguém pense que eles são incapazes.

- Eles sabem, sim. Mas não se deve divulgar um segredo a concorrentes. Então se enrola os possíveis adversários e eles ficam na deles, deixando os "Don Juans" sossegados com seu privilégio.

Na verdade quem deveria ensinar os homens a conquistar uma mulher são as mulheres. Só elas podem realmente dizer o que querem de um homem e outros segredos mais. Os homens que se dão bem nas conquistas, na verdade, são os que tem muitas amizades do sexo feminino (além de conselheiras, as amigas podem ser uma boa propaganda para outras mulheres - é uma espécie de "atestado de qualidade"). Nada como uma mulher para dizer para uma outra mulher se um homem serve para um relacionamento ou não.

Comunidades como as que prometem ensinar homens a conquistar são um engodo que só vai aumentar a solidão dos já solitários visitantes. Fuja dessa "fórmula mágica" de "vá as noitadas e puxe um papo". O casamento que virá disso poderá ser o mais chato do mundo.