domingo, 26 de outubro de 2014

Conselho para qualquer mulher tomar iniciativa no namoro sem parecer oferecida

A sociedade estipulou que para se começar um relacionamento, o homem é que deve tomar a iniciativa. Isso só favorece homens que tem uma relativa esperteza ou no mínimo coragem. Mas há homens, e não são poucos que não se dão bem no processo de conquista, por vergonha ou por outros fatores. Homens que não tomam a iniciativa têm sério risco de ficarem solitários.

Homens mais espertos e corajosos detestam que mulheres tomam iniciativa, as  rotulando de "fáceis", "oferecidas" ou até de "putas". Para este tipo de homem, proibir a iniciativa feminina tem a vantagem de tirar do caminho aqueles que são considerados menos capazes, garantindo aos privilegiados o beneficio que nem eles sabem aproveitar. 

E é aí que as injustiças começam, já que é muito comum excelentes conquistadores se tornarem péssimos namorados e maridos. Como resolver a situação das mulheres se os caras bons de papo são ruins em convívio e vice-versa. Bom, se elas querem caras bons de convívio, o jeito é tomar iniciativa.

Só o preconceito classifica a mulher que toma iniciativa de "puta"

É um erro a sociedade tachar a mulher que toma iniciativa de "vulgar". Sei que faz parte da prostituição tomar a iniciativa para chamar "fregueses". Mas isso é um caso a parte e não justifica considerar que somente mulheres de má vida tomam iniciativa.

Uma mulher que se julgue independente, decidida, com vontade própria com certeza, teria a preferência de tomar a iniciativa. A vantagem é que ela pode ir justamente no homem que ela quer, já que tudo partiu dela, não esperando que algum espertinho cafajeste a tome como "troféu".

Uma coisa importante: muitos homens sabem que a maioria das mulheres são muito retraídas no processo de conquista, em muitos casos não por timidez, mas por medo de homens mal-intencionados. Isso faz com que homens bem-intencionados não tomem iniciativa por não saberem ter a delicadeza de chegar em uma mulher que não os conhece. O caso oposto é muito raro, pois homens costumam ser bem receptivos a contatos com mulheres, o que facilitaria o êxito da iniciativa feminina, do contrário da iniciativa masculina.

Somente mulheres sabem como querem ser conquistadas. O mesmo acontece com o sexo oposto

Uma comunidade do Orkut, "Como conquistar uma mulher", é bem troncha e não ajuda nada. Além de partir do erro de que as dicas só podem ser dadas por homens (que não conhecem a mente feminina, só supondo o que elas pensam), os conselhos dados por lá são vagos e baseados em suposições e em antigos estereótipos de paquera, sem esclarecer realmente o que as mulheres querem. A ausência de mulheres na moderação colabora e muito para todo o fracasso da comunidade, que acaba não ajudando ninguém que queira fugir da paquera estereotipada.

Como sou altruísta, uso esta postagem para mostrar as mulheres como um homem gostaria de ser conquistado, baseado no cotidiano e não em crenças ou estereótipos.

Instruções para a mulher tomar iniciativa de maneira decente

1 - DESISTA DOS TRADICIONAIS LUGARES DE PAQUERA -  O primeiro passo para a mulher tomar a iniciativa é esquecer os lugares comuns de paquera, como bares, boates, festas, carnaval, etc.. Os homens que vão lá são do tipo "pegador", que gosta de tomar iniciativa e não querem nada sério. Conquistar para eles, é um hobby e "caçada a presa", eles partem logo para "caçar outra presa". No way. Esquece.

2 - DECIDA QUE TIPO DE HOMEM VOCÊ QUER -  Escolhido o tipo, procure saber qual o "habitat" dele. Se, por exemplo, você estiver a procura de um tipo intelectualizado, porque não uma biblioteca? Vá ao lugar e crie o seu papo inicial.

3 - NÃO FALE SOBRE NAMORO NO INÍCIO - Evite assuntos sobre vida afetiva na conversa. Converse sobre assuntos relacionados com a ocasião. Mas mesmo assim, demonstre interesse com gestos que possam passar ao homem desejado uma simpatia, gestos que garantam ao homem que você gostou dele. Evite assuntos polêmicos e concentre-se no contexto do momento. Raramente há erro, a não ser que o cara não esteja a fim mesmo de conversa ou de você. Mas isso você só vai saber se puxar o papo.

Pronto. Se o cara gostar, foi um grande passo dado. Agora é só atentar aumentar a intimidade e puxar outros assuntos, deixando cada vez mais claro o interesse, a caminho de um relacionamento gostoso, responsável, respeitoso e com afinidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.