quinta-feira, 29 de maio de 2014

Evite polêmicas em redes sociais: ao invés de criticar erros, mostre exemplos de acerto

O Brasil é um país de pessoas de baixo intelecto, devido ao péssimo sistema educacional e ao proselitismo da mídia e de religiões, que desestimulam o desenvolvimento intelectual. 

Mesmo entre pessoas com títulos e mais títulos acadêmicos: mestres, doutores, pós doutores e similares, existe gente que normalmente não raciocina bem e possui convicções meio dúbias, uma prova que títulos acadêmicos, pelo menos no Brasil, não ajudam em nada as pessoas a desenvolverem seu intelecto. Eu que tenho nível superior e conheço a rotina das faculdades, posso garantir isso.

Como o saber é utilizado muito mais para a vida profissional, as pessoas, em seu tempo livre, preferem colocar seus cérebros no copo d'água e "curtirem a vida". Cultura, religiões, comportamento: no momento de liberdade, ninguém quer se aprofundar sobres estas coisas, preferindo adquirir convicções por meio da confiança em quem diz do que usar o raciocínio e examinar. "Raciocinar no momento de lazer? Não! Isso é complicado. Cérebro só serve para o trabalho!", diria qualquer brasileiro profissional e socialmente bem sucedido.

Mas com gente assim, não se deve discutir. As minhas tentativas foram sempre fracassadas. O diploma lhes serve de atestado de inteligência, mesmo quando vem acompanhado de uma ideia ingênua. Ingênuos com diploma são pessoas muito difíceis de se negociar. Deixemos eles com suas burrices e fazemos o seguinte: ao invés de criticar sua ingênuoidade, que tal mostrar coisas interessantes, que possam acrescentar alguma sabedoria.

Por exemplo: para um fã de música ruim, poste um vídeo de jazz e ofereça como sugestão para ouvir. Ao invés de ver a sus "adorada" música ruim sendo criticada, o cara poderá ouvir o tal jazz e comparar com o que curte e se ele tiver o mínimo de senso crítico, poderá abandonar o seu gosto ruim como uma criança que larga a sua chupetinha. É difícil que isso aconteça, mas é muito melhor do que comprar briga tentando fazer o ingênuo largar a ingênuoidade que para ele é sinônimo de felicidade e bem estar.

Cansei de ficar brigando com ingênuos. Ingênuos nunca mudarão enquanto continuarem a ser ingênuos. Somente deixando a ingênuidade ele terão condições de largar as ilusões que tanto os confortam.

Quem é ignorante se acha sábio porque pensam que o mundo limitado que conhece é tudo que existe. Pessoas assim não querem debate, querem preservar seus valores, por mais errados que sejam. Por não quererem conversa, pensei bem, não vou mais criticar os erros. 

Vou propor alternativas. Vou tentar ampliar o leque de valores para que eles conheçam algo a mais e comparem com a mesquinhez que integra seu sistema particular de valores. É bem mais diplomático e soa respeitoso. Já que porcos gostam de se sujar na lama, o jeito é mantê-los nelas, mas jogando pérolas diante deles para ver se estimulam eles a largarem o lamaçal. É o que deve ser feito. Evita polêmicas e brigas.

Então tá combinado: entrando em redes sociais, sempre é bom evitar polêmicas. Quem se sente bem com seus erros nunca vai largá-los, pois por fazerem bem ao seu portador, nunca perecem erros e sim acertos. Prefira postar coisas mais edificantes e que possam ampliar as mentes.

Um dois os ingênuos vão perceber que existe um vasto e infinito mundo muito além de seu limitado e confortável sistema de valores. Sempre haverá a oportunidade para ampliar o intelecto e isso nenhuma universidade por melhor que seja é capaz de fazer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.