quinta-feira, 10 de abril de 2014

Opiniões divergentes é sinal de atraso intelectual da sociedade. Duas ideias opostas não podem estar igualmente corretas

Estava lendo recentemente uma postagem em um fórum em que duas pessoas discutiram por causa de divergência. Uma terceira, alheia à discussão, disse que ambos deveriam parar porque era "sadio" que houvessem opiniões diferentes. "O que seria do mundo se não fossem as opiniões diferentes?" retrucou o tal terceiro.

Por enquanto, diante da atrasada evolução que o planeta - e o Brasil ainda mais - se encontra, é aceitável haver opiniões diferentes. Elas aparecem porque ainda não sabemos - ou não queremos - analisar as questões de maneira objetiva. 

As ideias que boa parte das pessoas defende não passam de convicções adquiridas subjetivamente por base de experiências pessoas de vida e em quase todos os casos a defesa de uma ideia soa benéfica ao seu defensor, o que fica quase impossível mudar de ideia. Com isso, permanece-se até o fim da vida com tal ideia, a não ser que a mesma cause prejuízos ao seu defensor.

A lógica diz que não há como ideias opostas estrem igualmente corretas, o que prova que quando há divergência, só existe duas hipóteses: ou todos os defensores estão errados, ou apenas um está correto. Não há como todos ou mais de um ponto de vista estarem corretos.

Em toda a minha vida, mudei muito de pontos de vista. Parece coisa de indeciso, para a maioria das pessoas, que tratam opinião como patrimônio. Mas eu tive a coragem e a humildade de perceber que estava errado e procurar a forma mais racional de compreender as coisas. Ainda estou longe da perfeição - ainda estou no estágio beta, em constante alteração - mas cada vez mais melhoro a minha compreensão sobre as coisas.

Muito temos que aprender com nós mesmos. Ter a coragem de largar as zonas de conforto - ideias ou situações que trazem benefícios apenas aparentes ou paliativos - para que analisemos fatos nos ajudariam muito a refletir melhor sobre o que nos rodeia para que no final, toda a humanidade passe a defender apenas ideias coerentes e racionais.

Enquanto ficarmos com nossas convicções pessoais adquiridas mais pela credulidade do que pela razão, continuaremos brigando com as pessoas numa disputa inútil para ver quem está certo. Para no final descobrirmos que estamos todos errados, mantendo todos os erros e problemas que insistem em permanecer por décadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.